O apagador de passado

{ quinta-feira, 1 de julho de 2010 }

Hoje recebi um presente. Um apagador de passado. Ele veio numa caixinha do tamanho de um livro, com um laço vermelho e os seguintes dizeres: “Comece do zero, sem arrependimentos”.
Verifiquei o aparelhinho com seus estranhos botões e luzinhas verdes e vermelhas e fiquei pensativa. Todos nós temos coisas que fizemos que gostaríamos de apagar da memória.
Besteiras, constrangimentos, perdas, gafes, oportunidades jogadas fora. Tudo isso ficaria apagado, inerte num cantinho mal utilizado do cérebro, sem acesso às emoções.
Resolvi testá-lo e, no impulso, apertei o tal botãozinho vermelho e fiz uma limpa na intensidade máxima. Joguei tudo de ruim fora.
Como prova de minha gratidão, mandei um bilhete ao autor do presente: “Hoje sou uma pessoa mais feliz; não tenho arrependimentos”.
Foi nessa hora que li nas pequenas letras do manual de instruções do equipamento: “Manuseie com cuidado ou todos os erros que você se esqueceu, se repetirão”.

7 palpites:

Fabi M. disse...

Adorei! rs

Mayara disse...

Lindo o texto!
De uma reflexão absurda...
Amei, amei e amei

Gabriela Yamada disse...

Li três vezes. Adorei!!

alexia disse...

Lindo amiga, nem preciso dizer nada, né??? bjss

Tiago Pereira disse...

Muito bom. Os erros estão aí pra gente poder aprender com eles. Seres humanos perfeitos fariam um mundo sem graça.

Netinho Eneias Negralha disse...

MAssa =D li 2 vezes =D kkk muito bom =D

Adriano disse...

Os erros fazem parte do ser humano a cada erro aprendemos, lidar com vida da melhor maneira possível.

Postar um comentário