Especial Dia das Crianças IV

{ segunda-feira, 11 de outubro de 2010 }
Muitos pimpolhos por aqui hoje. E, antes de mais nada, gostaria de confessar algo a vocês:



Eu já fui casada!


Hahaha! Essa noivinha aí sou eu com uns 4 anos. Minha mãe jura que eu fui uma criança tranquila e que não deu trabalho algum. Sou caçula de quatro irmãos, aliás, muito raspa-do-tacho; vim quando minha irmã tinha 18 e os gêmeos 15. Entonces, imaginem o quanto não fui paparicada! Gostava de brincar de casinha e de boneca. Tinha uma copinha linda, geladeirinha, tábua de passar roupa, muitos filhos e filhas e obrigava o vizinho a ser meu marido. Gostava da minha Calói Cecizinha vermelha com cestinha e também de patins. Adorava gibis da Turma da Mônica, jogava Mico, Banco Imobiliário, Atari, colecionava Fofoletes [que ainda tenho] e pontas de lápis de cor. Fazia teatro, dançava e cantava, aprendi a ler sozinha, adorava Bambalalão e tinha um quarto decorado com meus bichinhos preferidos. Além disso, já pedi pros meus pais um abajur de presente de Natal, e ganhei! Excêntrica, desde os remotos tempos...

Aguns dos meus brinquedos especiais: fofoletes, boneca Cheirinho, que vinha com talquinho, o Ursinho Angeloso, que tinha asas, o cachorro Dengoso, o PiuPiu que piava de verdade e o jogo do Mico.



Criança de comercial de TV. Fala sério se não era uma modelo-mirim? Essa loirinha linda é a Chimenne Osório, jornalista da TV Clube e dona do blog Arruma a Tralha. A Chi mandou pra gente sua bonequinha preferida, a Magic Face - era só passar água gelada na carinha dela e a maquigem aparecia. Depois, para desaparecer, era só passar água morna [a gente podia ser assim também, né?]. Um charme, Chi!

A Magic Face da Chimenne


Que cuti-cuti essa caipirinha, gente! Parece uma bonequinha! É a Geórgia Rodrigues, da Texto e Cia, com 6 aninhos. Ela afirma que até hoje adora festas juninas e por isso escolheu essa foto para o brog. Na infância, adorava pogobol, pular elástico [gente, lembra?], Vai e Vem e bichinhos virtuais, que sempre morriam, coitados... Mas o que a Geórgia, ou Branca13 para os amigos, adorava mesmo, era ir pro sítio, nadar, pular na cachoeira, derrubar caixa de abelha e marimbondo com o estilingue, subir em árvores para apanhar frutas e outras dessas coisas bem serenas. E, quando o bicho pegava, ela catava sua Caloi Ceci cor-de-rosa aro 14 e fugia vicinal afora pra não apanhar de sua mãe. Uma tranquilidade de criança, não?


E adivinha o que o fotógrafo Enéias Barros, ou Netinho Enéias para a tchurma do Twitter, adorava [e ainda adora] fazer? Ele e seu violão maior do que ele estão o máximo da fofura nessa foto, né não, gentem?


E essa pequena fofuxa aqui é a Thamyres Branco, minha sobrinha. Quando falo "minha sobrinha", a impressão que dá é que, pelo parentesco, seria uma criança desse tamanho mesmo. Nananinanão! A Thamy fez 18 anos, se tornou uma menina linda e está no cursinho ralando pra ser dentista. Quando pequena, ela era terrível, daquelas de botar qualquer mãe psicóloga e adpeta da yoga e do Rivotril de cabelo em pé. Ela foi responsável, inclusive, por ter quebrado meu nariz com uma frigideira [sério! mas eu ainda a amo, ok?]. Apesar de levada, a Thamy sempre foi um docinho e adorava brincar de casinha e com seus Bananas de Pijama. Ohnnnn!

Banana de Pijama da Thamy

*Mande a foto de quando era pimpolho para liviakomar@yahoo.com.br. A brincadeira continua nesta semana da criança!

6 palpites:

jptrovo disse...

HAHAHA... vc já foi casada.. AI MEU DEUS, haha.. que coisa mais linda, rs.

@Branca13 disse...

Óin, como somos lindezas, hein. Quero ser "quiança" pra sempre.
Parabéns pela ideia, Lívia (a noiva mais cute do brog).
@Branca13

Shirley disse...

Ahhhhh achei que a Lívia Komar não ia aparecer por aqui pequenina, que graça que vc está nessa foto, achei muito chique o vestido e o buque do seu primeiro casamento hahaha, bjocas...

lu trevejo disse...

Meo Deosss
Fofolete foi pacabá!
Lembro-me tambem , que ganhei um fofão do meu primeiro namorado. Eu tinha 15 anos na época, e com 15 anos, uma garota que se preza só dorme acompanhada de bonecos. E o meu, era o Fofão, todo feio e enrugado, mas eu amaaaava!

RenataBV disse...

Ai Lívia!!! pensar que eu te conheci assim, com essa carinha da foto...
Que figura! Saudadona desses tempos (e dos atuais tb, tá sumida!)

Lívia Komar disse...

Faltou vc aqui, Rê!

Postar um comentário