Fiorilli, uma cachorra cheia de estilo

{ sábado, 23 de outubro de 2010 }
Dizem que o cão incorpora o jeito do dono. Constatei que isso fazia sentido quando minha irmã avistou um vestido hilário de marinheiro num pet shop e resolveu comprá-lo para a Fiorilli, minha amiga poodle. A surpresa foi que quando a Ti chegou com o presente em casa, a Fiorilli ficou entusiasmadíssima e topou numa boa se vestir com aquele traje desconfortável, de mangas bufantes e botões incômodos. Ela se tornava ali uma verdadeira femeazinha, com caprichos e vaidade.
Ninguém em casa acreditou que, após ser elogiada por estar linda, a Fiorilli ficou estática me esperando chegar para mostrar a novidade. A impressão que dava é que ela não queria amarrotar o vestido, estragando, desta forma, o efeito da roupa, porque assim que entrei em casa, ela saiu de seu estado meditativo para me mostrar rebolativa seu modelito verão. E sério, senti que ela estava sorrindo!
Depois disso, acabei comprando algumas outras roupinhas porque se tornou divertido perceber o quanto ela adora elogios. O engraçado é que é só falar a frase mágica “Vamos trocar a roupinha?” que a alegria parece não caber dentro de seu corpo peludo, chegando antes de mim em frente ao armário.
A vaidade da Fiorilli tem ajudado em algumas situações chatas. Ela foi operada há alguns anos e, medrosa, tinha medo de fazer os exames, precisando de umas quatro pessoas para segurá-la. Depois de feita a cirurgia, num retorno, o veterinário estava surtando porque teria que colocar nela aquele cone para que o cão não lamba a ferida, e sabia quer teria que pedir ajuda aos universitários para imobilizá-la. Até que eu me lembrei que era só usar a criatividade e soltei: “Vamos colocar o colar para ficar bonita?”. Acreditem se quiser, mas ela aceitou na hora e o homem de branco ficou com o queixo caído. O difícil depois foi tirar o trambolho que a fazia ficar entalada em tudo.
Para quem duvida dessa história, é só chegar pela primeira vez na minha casa e sentir o desprezo completo da Fiorilli até eu avisar, bem baixinho: “Diga que ela está bonita hoje”. Você passa a se tornar, naquele mesmo instante, uma pessoa bem-vinda, com direito a lindas abanadas de rabo. Minhas amigas que têm medo de cachorro e o entregador de água que o digam.


Mais novo modelito verão da cachorrinha estilosa


5 palpites:

Eu, ΞĐU disse...

Olá, Lívia... tudo bem?
Olha, estou passando aqui pra dizer que gostei muito do seu Blog.
Parabéns pelo trabalho, pelo bom gosto, conteúdo e por sua sensibilidade.
Estou seguindo.
Saudações,
EDU (http://edurjedu.blogspot.com)

RenataBV disse...

hahahahaha mulher é igual em qquer espécie!

Cris Paulino disse...

Que gracinha!!!! Hahaha morri de rir. Ai se fosse a Isa (minha doguinha) com certeza ela não ficaria 10 min com o vestidinho!! Ameiiiiii. Seu blog ficou ótimo com as mudanças! Beijos @CrisPaulino_

Mayara disse...

É tudo verdade, gente@
A Fiorilli é o cãozinho mais vaidoso EVER!
E mais inteligente também. Sabe o nome de tudo e só falta falar e jogar xadrez com a Bia - minha gata.
Mas ela é também muito nervosinha e se irrita quando o interfone toca, latindo irritantemente até ser colocada de castigo sentada na cadeira. E pasmem: Ela fica lá até ser 'perdoada'. FIGURAÇA!

Shirley disse...

Que fofuxaaaaaaaaaaaa, adoro chachorros, eu tenho uma cachorrinha também, ela se chama Nina, mas confesso, ela não gosta de colocar roupa, num ponto se parece comigo, pois gosto de dormir sem rs, mas ela é extremamente meiga e sensível, adorooo cachorros!

Postar um comentário