A vida é um Banco Imobiliário

{ quinta-feira, 28 de outubro de 2010 }
Ganhar dinheiro em terras tupiniquins não é fácil. Se você é empregado, parte significante de seu salário vai para os cofres públicos. Se você é empresário, o tributo é tão alto, mas tão alto que o empreendedorismo vira sinônimo de globo da morte. Seja lá o que você for, terá que ralar quatro meses e 27 dias para pagar impostos, taxas e contribuições. A conta é simples: se você chegar aos 70 anos, vai passar metade disso pagando tributos.
Verdade seja dita: somos uns sobreviventes quebrados e a gente se contenta com a conquista de tirar o primeiro carro zero com prestações a perder de vista e juros que quase nos obrigam a rodar bolsinha – já que a carga tributária de tudo o que você compra é bem maior que sobre a sua renda. Outro exemplo é que sobre uma merreca de caneta BIC, que você adquire ali no mercadinho do Seu Zé, o governo cobra quase 50% em forma de impostos.
Esse papo economês tá ficando chato e eu só queria dizer que se já é uma mierda viver num país em que a gente paga para dar um arroto, se ferrar no Banco Imobiliário é como se fosse o jogo de nossa própria vida. Pois é. Eu rodei legal dia desses por conta de hipotecas, aluguéis e, principalmente, dos altos tributos de cada maldita casinha que eu parava. Só paguei tanto imposto de uma única vez com as cartas Sorte ou Revés no meu último IPVA sem desconto. Se eu não tive a sorte de nascer rica, podia ter ao menos um pouco de êxito ficando milionária nesse jogo. Neah?
Mas, como toda brasileira, eu não desisto nunca. Um dia eu enriqueço. Pelo menos no Banco Imobiliário.

Beijo pra Zélia Ternurinha!

2 palpites:

Cris Paulino disse...

O pior de pagar tantos impostos é que eles não tem um retorno a altura. Se tudo que pagássemos de impostos tivesse retorno a altura eu nem ligaria de pagar mais. Mas esses impostos servem para políticos andarem de jatinhos pra cima e pra baixo, vivendo no luxo a nossas custas. Mas não podemos fazer nada. Somos nós que elegemos e são eles que fazem as leis. Difícil. Concordo plenamente com o que disse.
Beijo pra Zélia Ternurinha tbm!!

Shirley disse...

Com certeza é um absurdo termos que pagar esses impostos altíssimos, mesmo porque isso vai tudo para os governantes e não para a melhoria do país.
Meu patrão foi para os Estados Unidos e me falou da diferença de preço das coisas lá, bem mais em conta, porque lá eles não são obrigados a pagar esses absurdos de impostos, enfim bjos também para Zélia Ternurinha affy...

Postar um comentário