Taquicardia pré-Natal

{ segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 }
Tá! Natal é uma coisa linda, os prédios ficam todos iluminados, você monta aquela árvore capenga com enfeites de 1,99 e presépio de prástico, bate aquela esperança num mundo melhor e sua vontade de ajudar a humanidade triplica nessa época do ano. Mas vamos combinar? É um período de tensões e comprovadamente uma das fases mais perigosas para bater uma bela deprê que leva seres solitários e endividados até às cuecas e calcinhas a pensar em amarrar um paralelepípedo no tornozelo e pular na banheira de hidromassagem.

Vamos aos fatos:

- Você já não aguenta mais o peso de o ano inteiro ter que entregar milhões de relatórios para aquele chefe mala e a sua única esperança é que se aproximem logo as festas para encher o rabo de peru e vinho e dormir em cima da mesa de sinuca na casa do cunhadão bem de vida. Mas chega abril e não chega 25 de dezembro. NUNCA.

- O seu 13º que poderia ser utilizado para dar uma entrada mixa num carrinho melhor ou pagar o licenciamento e o material escolar da criançada, será revertido em 38 presentes para o marido, filhos, mãe, pai, avó, sogra, bisavó, tia, 17 sobrinhos e para aquele primo do cunhado da sua irmã que tentou o suicídio no último Natal e vai passar as festas com vocês porque está carente.

- Aí, você vai o Shopping. Põe a família e a sogrona no carro e vamos fazer as compras de fim de ano! Mas não existe a porra de uma única vaga para parar e, quando você encontra uma depois de dar 75 voltas no estacionamento com um calor de 42 graus, você liga a maldita seta, mas vem um filho da puta numa caminhote amarela com o adesivo “Cuidado, Rahyana Nayarah a bordo” e entra no seu lugar sem a menor cerimônia.

- Se você for com criança no Shopping, é bom ir com tempo. Além de ter que botar uma venda na cria contra os apelos visuais da época e negociar com uma miniatura de cinco anos o valor do presente que ela levará pra casa, você ainda terá que enfrentar a famosa fila do Papai Noel. Uma hora depois, prepare o bolso - venda um rim ou uma córnea - para comprar a foto do bom velhinho e também o Nintendo Wii com 15 jogos que o filho da mãe prometeu que levaria para o pimpolho alheio no Natal.

- Naqueles dias entre Natal e Reveillon, o chefe te deu férias. As únicas do ano. E é impressionante como um ser humano quando recebe liberdade, nem sempre sabe como lidar com ela. Deixar pra última hora a escolha da viagem de fim de ano pode te levar a ter uma enorme dor de cabeça e te sobrar somente a casa da tia Elvira lá em Pintassilgo da Boa Esperança - MG, onde o brilho dos fogos é substituído por bombinhas de São João.

Taquicardia de fim de ano. VEM GENTE!

7 palpites:

jurizieri disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk morri de rir!!

E tem mais!! A cada loja que vc entra tem a maldita musica cantada pelos velhos caidos/falidos da MPB cantando "Então.... é Nataaaal"

CHRIS CAROLO disse...

Que delícia !!! Ri muito.
Adoro seus textos, seu humor e sua capacidade de traduzir o que a maioria pensa e muitas vezes tem dificuldade em expressar.
Parabéns Lí.
Beijos

Shirley disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, perfeito Livia vc sabe que sou fã dos seus textos, desde quando comecei a acompanhar o blog, é tradicional sempre ler, o seu jeito de escrever é o que mais admiro, tratando de vários tipos de assunto numa linguagem objetiva e direta, expressando com certeza o que muita gente sente.
Fim de semana passado fui comprar os presentes, pensei deve estar mais calmo do que deixar para a semana do dia 20, pai eterno o que era aquilo fiquei 20 minutos só para estacionar o carro, em relação a viagem de férias, realmente só vou parar entre natal e ano novo, mas graças a Deus providenciei minha viagem antes, para a praiaaa ai vou euuu, bjocasss...

jptrovo disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA..
EU ATÉ ENGASGUEI DE TANTO RIR, HAHAHAHAHA..
Quase vc é culpada por um acidente, rsrs..
MORRI DE RIR.. Lindaaa.. vc é demais..
BEIJOS..

lu trevejo disse...

kkkkk.Como diz minha avó: Injuriei!
Sem falar na confusao que é pra organizar a ceia quando a família é enorme, e cheia de mulheres palpitando.
Férias é o período em que mais temos coisas a fazer.O Xú me disse ainda ontem: "Quando é que vc vai ter tempo pra mim? Me dá pelo menos uma semaninha, vai!"
Já já to postando o texto : O Natal nosso de todo ano.
Amei, como sempre
Bjokas

Cris Paulino disse...

kkkkkkkkkkk eu ri muito... principalmente na parte das UNICAS FÉRIAS DO ANO. Parabéns, flor!!! beijoss

Andressa disse...

hahhahhahhahhahha

Tô vendo o meu natal no seu texto..

Mto lusho!!!

Postar um comentário