Futebol Americano em Ribeirão

{ terça-feira, 11 de outubro de 2011 }
Meu linebacker - Barusco #59


Nunca fui uma expert em esportes e quem me conhece desde o colegial, sabe disso. Um exemplo clássico é que eu sempre era uma das últimas escolhidas em qualquer time que fosse. E quando não sobravam alternativas e eu era obrigada a entrar em campo, tomava xingos constantes por fugir da bola ou jogá-la para qualquer lado menos o correto. Por sorte eu superei esse trauma e hoje sou uma adulta descoordenada, porém, feliz.

Talvez por essa falta de afinidade com redes e bolas, nunca rolou interesse da minha parte em assistir jogo nenhum na TV. Eis que, certa vez, em fevereiro desse ano, recebo um email do gerente de uma empresa que eu presto assessoria de imprensa, falando sobre um time de Futebol Americano aqui em Ribeirão Preto que eu sinceramente desconhecia. Era um daqueles e-mails coletivos, que ele mandava pra toda sua lista, a fim de divulgar o esporte e o time no qual ele é linebacker: os Challengers.

Achei super interessante e me prontifiquei a ajudá-lo na divulgação, disparando o email para minha lista também. Mais pelo inusitado do esporte porque, confesso, nem sabia como era o desenrolar de um jogo em campo, se era legal ou não. Sei que recebi muitos feedbacks positivos de pessoas que, assim como eu, não sabiam que Ribeirão Preto contava com um time do esporte ainda pouco popular no Brasil. Muitos eram fãs do FA e não perdiam a liga na TV. E isso passou.

Resumindo a história, três meses depois eu saía pela primeira vez com o linebacker dos Challengers e acabei virando mais que uma torcedora do time, mas uma admiradora do esporte que só quem conhece, consegue identificar as inúmeras estratégias inteligentes utilizadas em campo para se obter um TouchDown. Prova disso é que eu e meu linebacker não perdemos os jogos desta temporada da NFL, liga de FA dos EUA que está passando na ESPN, tudo isso, regado a um bom vinho e ao nosso prato preferido: pizza.

E só tenho que agradecer ao FA, que de certa forma nos aproximou e, meses depois, serviu de cenário e ensejo para um pedido de casamento emocionante durante uma das disputas.

E amanhã, dia 12, Ribeirão Preto sedia a 5ª rodada do Torneio Touchdown, Campeonato Brasileiro de Futebol Americano, no Centro de Treinamentos do Olé Brasil, a partir das 14h. Os Challengers vão jogar contra o Palmeiras e a torcida ribeirãopretana já promete ser massiva. E eu estarei lá, mais uma vez assistindo de perto esses guerreiros e torcendo para que continuem fazendo bonito. Mas a minha maior admiração vai estar concentrada no linebacker da minha vida, aquele que faço questão de ser cheerleader, torcedora fanática, dentro e fora de campo.

Regras - Para quem não conhece as regras do FA, os Challengers prepararam uma cartilha para que todos possam torcer juntos. O básico é saber que o FA consiste em somar mais pontos dentro de campo, por meio do TouchDown, que é a conquista da área ao fundo do campo adversário com a posse da bola, ganhando seis pontos e o direito de chute ao gol, que vale um extra point ou, dois pontos extras, se os jogadores tentarem, ao invés do pontapé no “Y”, um passe ou uma corrida.

Além disso, se o time se vir numa situação em que não conseguirá fazer o TD, pode optar pelo Field Goal de qualquer parte do campo, tentando três pontos extras. Para que tudo isso ocorra, cada time possui duas equipes, a de defesa e a de ataque. Enquanto um time está atacando com a bola, tentando conquistar as jardas para o TouchDown, a equipe de defesa adversária tem como objetivo impedi-lo, para isso, impondo estratégia, rapidez, visão sistêmica e força física.








*Imagens: Guilherme Bordini e Thamyres Branco




Canal Fnac

{ segunda-feira, 10 de outubro de 2011 }
A Fnac Ribeirão criou um canal super legal no Youtube onde passou a postar todos os seus eventos, que aliás, são sempre pra lá de bacanas, culturais, musicais, etc. e tal. Um deles, do qual tive o IMENSO prazer em participar, foi o Social Web Day, organizado pela Rebellion, que já falei por aqui em outros posts.
Agora, uns trechinhos dessa semana que movimentou jornalistas, publicitários e comunicadores em geral de Ribeirão Preto e região:



E, queridos e queridas, anotem na agenda:
Dia 26 de outubro (data alterada), Edmar Bulla, responsável pelo Blog Sulfúrico e fundador da CROMA Marketing Digital, falará no SWD sobre como fazer as mudanças digitais acontecerem na prática. Inscrições, aqui.



Manual de boas maneiras no coletivo

{ terça-feira, 4 de outubro de 2011 }


Segunda-feira fiz mais uma de minhas viagens a trabalho para São Paulo e o veículo escolhido desta vez foi o famoso busão. Com a experiência de nove horas completas dentro do ônibus em um único dia, somando ida e volta, e a falta de tolerância provocada ontem, ainda à flor da pele, adquiri o direito de criar o manual de bons costumes para trajetos em coletivos. Devo ressaltar que fiz isso principalmente para preservar as artérias do meu coraçãozinho, que anda dando sinais de piripaque iminente em situações aflitivas.


Leia com atenção.


- Se você ronca, mantenha-se acordado, em nome da sua dignidade e do seu bem-estar espiritual, já que o restante do ônibus vai te rogar praga o percurso inteiro e nunca se sabe o que um quebranto coletivo poderá te causar.



- Som alto, só com fones de ouvido. Ninguém quer saber do seu gosto musical, seja ele por Tom Jobim, Luan Santana ou o funk que te manda arrancar a calcinha.



- Em hipótese alguma, adentre o coletivo com salgadinhos de saquinho com cheiro de pé.



- Jamais leve biscoito de polvilho. Não tem cheiro de chulé, mas barulho de mastigação é bastante inconveniente.




- Se estiver com tosse, vá ao médico e não viajar.



- Se for viajar com criança pequena, leve mamadeira, chupeta ou qualquer coisa que a silencie durante o trajeto, principalmente durante a noite.



- Se estiver resfriado, cuide para que o lenço de papel com coriza não saia voando no ônibus. Leve sempre um saco plástico para guardar objetos que contenham secreções.



- Não tire o sapato, a não ser que tenha certeza que o Lysol esteja em dia.



- Evite feijão e couve-flor um dia antes. O resultado no balançar da estrada pode ser desastroso - principalmente para os outros passageiros que não sofrem de gases e também não têm o esfíncter solto.



- Leve uma blusa de frio como se estivesse embarcando para a Rússia, sem vergonha, mesmo que lá fora faça um calor de 43º. Eu tenho cer-te-za que o pessoal das empresas faz apostas sobre qual veículo vai deixar mais pessoas com pneumonia.



- Não passe o trajeto inteiro paquerando a mina no celular em voz alta. As pessoas querem dormir. Porém, se for inevitável, ligue o aparelho no viva-voz, assim, todos poderão interagir.




Com essas dicas preciosas, a viagem ficará mais suportável para todos. Porém, se tiver grana na conta bancária e quiser preservar sua paciência, vá de carro. Ou de avião.

Social Web Day na Fnac

{ domingo, 2 de outubro de 2011 }



No último dia 22 de setembro, fui uma das convidadas, juntamente com Fran Micheli e Analídia Ferri, a falar um pouco sobre o universo dos blogs em Ribeirão Preto num bate-papo super gostoso que aconteceu na Fnac. Nem preciso dizer que me senti mega honrada e que esse foi um momento super especial para o Calma!. O evento, promovido pela Rebellion, foi um sucesso de público, trazendo durante toda a semana cases de sucesso nacional, como Eme Viegas /Jaque Barbosa (Casal sem Vergonha) e Bia Granja (Youpix).


E, aguardem! Apesar de ser um projeto consolidado e já admirado por quem atua nesse segmento, os encontros estão sendo somente o início de um trabalho super importante para o aprimoramento das ações envolvendo as mídias sociais na região. Dia 20 de Outubro, tem mais! Nomes super bacanas farão parte desse evento que já está se tornando referência por aqui.


Anotem na agenda.