Cinco anos da nossa princesa

{ quarta-feira, 8 de maio de 2013 }



Lembro até hoje o dia que soube que ela viria ao mundo. Na verdade, depois de papai e mamãe, fui a primeira a saber. Ainda não tinha ciência que era uma menina, mas já torcia para que fosse. E quando realmente tive a certeza, chorei de alegria - e comprei seu primeiro sapatinho.

Seria tia pela sexta vez e já deveria estar acostumada com essa emoção de amor gigante, mas no caso dela foi diferente. Pela primeira vez seria tia com idade coerente para assumir essa função tão especial - e não uma tia-prima-irmã-amiga que brinca junto e chora quando a sobrinha arranca a cabeça de sua boneca preferida.

Lembro da emoção de tia boba de quando ela nasceu. Desmarquei compromissos e fiz plantão no hospital. Babei na primeira fotinha que aparece aos visitantes da recepção – não só por ser coruja, mas porque realmente era um dos bebês mais lindos que já tinha visto.

A nossa princesa faz hoje 5 anos e continua linda, delicada, vaidosa, inteligente. A única criança que conheço que, além de mim em miniatura, prefere ganhar roupa bonita ao invés de brinquedo. Tenho orgulho por ela admirar a tia perua, adorar os meus esmaltes e pedir colinho quando me vê. E adoro saber que ela puxou a mim também no sorrisão - o outro único bocão da família Komar.

Maria Fernanda, a titia te ama. Parabéns e que seu caminho seja cor de rosa e cheio de brilhos, do jeitinho que você gosta.

1 palpites:

Mel Braga disse...

Que fofo!!!
Vai ser sempre assim...
Cada ano que passa, cada gracinha que eles fazem, cada gesto que os identifica ou diferencia de nós...

um pedacinho de gente... um pedacinho da gente recheadinho de carinho...
Amor é um sentimento perfeito que se materializa num sorriso, quando pessoas especiais fazem parte da vida da gente...

Parabéns Fernandinha... parabéns tia coruja... tá certíssima!!! Tem mais é que corujar meeeesmo!!!***

Postar um comentário